Category "solidariedade"

30 de setembro de 2020

Páscoa com sorvete Bapka é muito melhor!

by Ana
Empresa, solidariedade

Páscoa é tempo de renovar, de reconectar com Deus e com as pessoas, de viver doces e bons momentos com a família e amigos. Ou seja: de colocar em prática aquelas receitinhas que adoçam a alma… E por isso, Páscoa com sorvete Bapka é muito melhor!

Quer saber como? Então vamos mostrar como o sorvete pode deixar os principais símbolos da Páscoa ainda mais incríveis. Vamos ensinar nesse post duas receitas das iguarias que melhor simbolizam a Páscoa hoje em dia. Trata-se da Colomba Pascal e do tão amado Ovo de Páscoa de chocolate. Só que incrementados com o sorvete Bapka. Vamos lá?

Colomba Pascal: com sorvete é sensacional!

A Colomba Pascal está para a Páscoa como o Panetone está para o Natal. Esse tipo de bolo amanteigado é feito normalmente com laranjas ou outras frutas cristalizadas e decorado com sementes como avelãs ou glacê. Ele remete ao pão que sempre foi símbolo de vida. Símbolo de bênção e da transformação do trigo em alimento.

A Colomba tem o formato de uma pomba, representando o Espírito Santo e a paz. É compartilhada no café da manhã de Páscoa, ou como sobremesa no final da refeição principal desta celebração.

Como preparar a Colomba Pascal com sorvete?

Para que a refeição de Páscoa seja inesquecível, uma sugestão que combina muito com o paladar do brasileiro é rechear a Colomba com sorvete. A receita é muito simples e deliciosa.

Ingredientes:

● 1 Colomba Pascal
● 400 g de sorvete (do sabor que você preferir, como napolitano ou creme)
● 400 g de chocolate meio amargo
● 50 g de açúcar de confeiteiro

Modo de preparo:

Tudo que você precisa fazer é cortar a tampa da sua Colomba Pascal, com cuidado, para preservá-la e manter o formato de pomba.

Em seguida, retire o miolo do pão doce. No momento de servir, recheie a Colomba com o sorvete Bapka. Coloque a tampa novamente e polvilhe-a com açúcar bem fino.

Derreta o chocolate no micro-ondas ou em uma panela em banho-maria e derrame por cima do bolo, deixando escorrer pelas laterais. Decore com avelãs ou como quiser e sirva a sua Colomba Pascal em seguida.

Pronto! O que já era bom, agora está sensacional. Vai dizer que sorvete na Páscoa não é uma ótima pedida?

Ovo de Páscoa com sorvete? Carinho feito em casa!

Não há como negar: adultos e crianças esperam pela Páscoa todos os anos para ganhar ovos de chocolate. O ovo é um símbolo de renascimento e de transformação associado à celebração. Se desfrutar de um ovo de chocolate nesse contexto já é bom, imagine combinando Páscoa com sorvete? Pois é o que vamos fazer agora!

Como preparar o ovo de Páscoa com sorvete

Vamos fazer nosso próprio ovo de chocolate e recheá-lo com sorvete Bapka. Você vai precisar das forminhas para fazer as casquinhas dos ovos de chocolate. Formas para ovos de 100 gramas combinam bem com essa receita.

Ingredientes:

  • 500 g de chocolate ao leite
  • 1 pote de sorvete Bapka (de creme ou do sabor que preferir).
  • 300 g de pão de ló.

Modo de preparo:

Primeiro, derreta o chocolate em banho-maria. Faça uma casquinha forrando a forma de ovo com uma fina camada de chocolate. Leve ao freezer até congelar. Repita a operação duas vezes, a fim de deixar a “casca” do ovo mais forte.

Quando estiverem prontas, retire as casquinhas das formas e recheie com o sorvete.

Coloque por cima do sorvete uma fatia de pão de ló. Cubra tudo com chocolate derretido e leve ao freezer. Desenforme, embale e mantenha o ovo no freezer até servir.

Note que o ovo é montado por metades. Duas metades podem ser coladas com chocolate para formar um ovo inteiro. Mas você também pode servir as metades dos ovos em pratos, para que as pessoas possam comer o sorvete com uma colher.

Variação da receita sem pão de ló

Uma boa dica é deixar as casquinhas de chocolate prontas. No momento de servir, colocar cada metade em um prato. Em seguida, rechear as casquinhas com algumas bolas de sorvete e cobrir com caldas, nozes picadas, geleias e frutas vermelhas, marshmallow, chantilly e outras invenções ao gosto do freguês!

Páscoa com sorvete sem lactose? Sem glúten? Sem colesterol?

Sim, temos! E essa é outra boa dica de sobremesa para quem quer Páscoa com sorvete! A Bapka tem opções para as pessoas que não podem consumir lactose, glúten ou estão em dieta para reduzir o colesterol.

  1. Os sorbets de açaí (sabores guaraná, banana ou morango) e de cupuaçu da Bapka não possuem leite. E nem traços de glúten. Podem ser consumidos, portanto, pelos celíacos e por intolerantes a lactose. Também são livres de colesterol porque não possuem leite ou gorduras trans em sua formulação. Conheça mais sobre as diferenças entre sorbet e sorvete Bapka nesse link. Os sorbets de açaí com guaraná, banana ou morango podem ser encontrados nos bufês das sorveterias e Lojas Bapka. É vendido em potes de 250 g ou 1 litro. Também em caixas de 5 ou 10 litros. Já o sorbet de cupuaçu está nos bufês ou em caixas de 5 litros e 10 litros.
  2. A Bapka possui também a linha Zero, em potes de 250 ml, nos sabores morango e chocolate.
  3. Para quem não tem restrições alimentares como as que citamos, há 20 opções de sabores de sorvete para levar para casa na Páscoa em potes de 2 litros. Os potes podem ser encontrados nas sorveterias, no comércio em geral e nas Lojas Padrão Bapka, que seguem o preço de fábrica.

Crie suas receitas e tenha uma Páscoa incrível com muita paz, momentos de alegria ao redor da mesa e… claro, sorvetes Bapka!

[...]

30 de setembro de 2020

Dia das crianças Bapka 2018: a festa da infância em todas as idades

by Ana
solidariedade

A festa do Dia das Crianças Bapka é uma tradição que nasceu há mais de 20 anos. Um evento que não tem divulgação, não tem manchete em jornal, é tradição e ponto. Simplesmente os portões são abertos no espaço da loja Bapka, próximo de Almirante Tamandaré. E as crianças já estão lá, esperando por uma tarde de diversão com muito sorvete de graça. Todo dia 12 de outubro é assim…

Lugar de criança feliz é na Sorvetes Bapka

No Dia das Crianças Bapka, tudo é diversão: até a fila para o sorvete. No evento de 2018, foram milhares de casquinhas distribuídas por voluntários. Na maioria, funcionários da empresa. A fábrica parou as atividades a pedido deles, para que todos pudessem participar. Motivo? Distribuir um pouco de felicidade. “A gente ouve as crianças na fila falando que não tem condições e que a única vez que comem sorvete é aqui” – conta a voluntária Helen Barbosa, esposa de funcionário.

Além de tomar sorvetes de graça, as crianças brincam sob a direção de animadores e palhaços. Ganham maquiagem imitando personagens de desenho animado e super-heróis. Pulam muito nos brinquedos infláveis montados especialmente para o Dia das Crianças Bapka.

Celulares quase não existem por lá. Pais e filhos interagem. E filhos que frequentam a festa há anos, agora são pais. Crianças e adultos se divertem, mostrando que a felicidade é simples como tomar um sorvete. É atemporal.

Dia das Crianças Bapka: a infância em todas as idades

Crianças com braços compridos, pernas longas, barba e cabelos brancos. Não é fantasia. É realidade no Dia das Crianças Bapka.

Os meninos e meninas que se divertem, pulam, dançam, tomam vários sorvetes e sorriem podem ser novos ou velhos. Ser filhos, pais ou avós.

Bianca Balland é um exemplo. Mãe de Sofia, de três anos, ela aproveita a festa ao lado do marido. Vem todo ano, desde que era menina. “No começo eu vinha com meus primos, a gente era tudo da mesma idade. E agora a gente traz filho né, sobrinho” – conta.

Os anos passam, e a alegria se mantém. Entre um sorvete e outro, a infância desperta. E isso acontece com todos os participantes – centenas de pessoas – em cada 12 de outubro. O Dia das Crianças Bapka é a prova de que a infância pode se manter viva em todas as idades.

Curioso para ver como foi a festa? Veja este vídeo inspirador e sinta-se criança novamente! Nossa gratidão a todos os que colaboraram para a realização do Dia das Crianças Bapka 2018:

  • Regimento de Polícia Montada – Cavalaria
  • Polícia Militar Paraná – Batalhão de Almirante Tamandaré
  • Polícia Rodoviária Estadual
  • Polícia Ambiental – Força Verde
  • Conny – Doação de 7.500 casquinhas.
[...]